quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Atuações

Para mim um bom filme começa por um bom roteiro. E, um diretor que entenda esse bom roteiro e o coloque em prática. Não que um produtor, fotógrafo, montador e etc, não sejam importantes. Mas para mim é Roteiro-Diretor.
E quando se acha estes dois elementos é aí que começam a bater a cuca. Um ator para aquele papel. E dependendo de qual ator for escolhido, começam os rumores. Se aquele ator é qualificado para tal papel. Se sua atuação não vá estragar o filme. Sem mais delongas, vou citar duas atuações que me deixaram embasbacado com as suas divinas interpretações.


Jamie Foxx

Ray Charles foi um grande cantor, e um grande pianista e, era cego. Eu não sei cantar, e concerteza iria apanhar para aprender a tocar piano (nunca tentei). Interpretar um músico de sua grandeza não é para qualquer um. Aprender a tocar um instrumento em poucos mêses além de cantar e, com os olhos vendados. Fácil? Não! Jamie Foxx treinou com o Ray Charles algumas músicas. Sempre com os olhos vendados (só para lembrar). Só para ressaltar. Quando assisti o filme, não vi Jamie Foxx interpretar um músico. Era como se eu estivesse vendo o próprio músico no filme. Sua semelhança e seu jeito eram iguais a de Ray Charles. A carreira de Foxx cresceu depois dessa excelente atuação. Sem sombras de dúvida.



Heath Ledger

Quando acabou o filme acabou o filme Batman Begins, e Jim Gordon mostrou a carta do Coringa para o Batman quase surtei. Christopher Nolan fez um grande filme do recomeço da série do Batman. E a sequência teria o Coringa ainda. Na época eu achava que não iria aguentar três anos para o filme sair. Seria uma agonia. Antes uma coisa. Quem interpretará o Coringa. Vários rumores de Johnny Depp a Robin Williams. Até que escolheram Heath Ledger. Heath Ledger? Já tinha assistido vários filmes dele, e sabia que era um ator de talento. Vários fãs do mundo inteiro questionaram a decisão de Nolan. Confesso que queria ver o resultado antes de criticar. Eu confiava em Nolan, não por Batman Begins, já tinha visto outros trabalhos dele, e sabia que algo havia na decisão dele. Veio então uma foto de testes apenas. Depois o teaser trailer, só com as vozes de Bruce Wayne, e Alfred, no fim a voz do Coringa. Só pela voz dava para perceber que ele havia entrado no personagem. Ele ficou um mês treinando a fisionomia, a voz e até o jeito de andar. Veio o trailer. Finalmente. Já sabia pelo trailer que algo diferente estava acontecendo. E quando vi o filme, na minha modesta opinião, uma das melhores atuações que vi. Não acreditava que alguém interpretou tão bem um personagem assim. O filme deveria se chamar "Joker, Why So Serious?". Infelizmente Ledger morreu, não viu a grandeza que fez. Perguntaram certa vez a Nolan. Por que Heath Ledger. "Ele era destemido". Com certeza uma boa escolha, matou a dúvida de várias pessoas.
Até hoje vejo várias vezes o filme. E cada vez que assisto, continuo impressionando cada vez mais.

3 comentários:

House of D disse...

adorei o post^^

Tiago F. Silva disse...

Pra ser sincero, eu não gostei muito do Batman Begins, mas a seqëncia compensou graças ao coringa. Pra mim o maior mérito do Heath Ledger, foi fazer algo nenhum Coringa tinha conseguido antes: Ser engraçado mesmo sendo mal. Ao contrário do Jack Nicholson, que convenhamos, apesar de ser um ótimo ator, o coringa dele era uma palhaço e não tinha graça nenhuma, o Coringa do Heath Ledger não sorri em cena nenhuma do filme e eu casco o bico com ele, como, por exemplo, na cena que ele faz o lápis desaparecer ou quando ele explode o hospital. Quanto ao Jamie Foxx eu concordo com você. Era o próprio Ray Charles no filme. Fica com o segundo lugar!

Paulo Dionísio disse...

Grande Tiago. É que Batman Begins mostra o início de tudo, muito papo e pouca ação. O Coringa do Tim Burton se nexo, horrível, só serviu para fazer pose e deixar Nicholson mais rico do que já era. A cena do lápis, sensacional. Abraços.