quinta-feira, 7 de abril de 2011

A Lula e a Baleia


Acreditem se quiser há pessoas pedindo para escrever aqui. Enfim sem marasmos mais, voltarei a vir aqui uma vez por semana pelo menos.
Bem, assuntos aleatórios começarei com um que gosto bastante: Cinema.
Falarei de um filme hoje que se chama a Lula e a Baleia.

Bernard Berkman (Jeff Daniels) é um professor, escreveu alguns livros, casado e pai de dois filhos.
Na cabeça de Bernard as pessoas que não leem ou veem poucos filmes são meros ignorantes no Mundo. E se o filme que a pessoa gostar for no estilo Transformers a pessoa tem um pensamento um pouco elevado sobre as coisas.

Sua esposa Joan Berkman (Laura Linney) é uma pessoa adorável e que vai lançar um livro, mexendo assim com os embriões de Bernard.
O atrito entre ideias acaba com o casamento.

Walt Berkman (Jesse Eisenberg) é o filho mais velho do casal. Adolescente, idolatra o pai, segue os conselhos atentamente e culpa a mãe por largar se separar, não enxergando assim os problemas que a mãe sofria quando era casada.

Frank Berkman (Owen Cline) o filho mais novo, que ama a mãe e não se dá bem com o pai.

É fato que ambos sofrem com as brigas e os ideais dos seus pais. Tanto que Frank começa a se masturbar na escola e Walt a dizer que compôs uma música do Pinky Floyd.

O elenco de apoia conta com Anna Paquin e Willian Baldwin. O filme é de 2005 tem 1h20m e se eu escrever mais, contarei todo filme.

 Dirigido e escrito por Noah Baumbach e concorreu ao Oscar de melhor roteiro. Que se levasse eu não iria estranhar.

 

4 comentários:

Tassyane Goulart Nunes disse...

Que bom que voltou! Ando meio desligada dos filmes. Mas, espero mais dicas.

Beijão, amor!

Leesh. disse...

Já está em Cartaz? Amo assistir filmes e espero que seja bom !
Besos, Gato
http://cleanaiir.blogspot.com/

Diego! disse...

Vi esse filme anos atras na faculdade...cinema vazio e um ótimo filme...nunca entendi pq os filmes que passam no cinema da Universidade ficam vazios!

Paulo Dionísio disse...

Povo não se interessa por filmes ou palestras na faculdade. Dura realidade.